Clarissa Tércio, entra com Habeas Corpus Coletivo no STJ contra rodízio de veículos no Estado

A deputada Clarissa Tércio (PSC), impetrou um habeas corpus coletivo no Supremo Tribunal de Justiça (STJ) para coibir “o abuso de autoridade e ações arbitrárias do governador Paulo Câmara”. Um abaixo-assinado também foi feito  para solicitar o fim do rodízio de carros em Pernambuco. O documento, já conta com mais de cinco mil assinaturas.

Clarissa, esteve ontem na Delegacia de Polícia de Boa Viagem, na zona sul do Recife e cobrou explicações da autoridade policial, sobre a apreensão de seis veículos e sete pessoas protestando contra as medidas adotadas pelo governador Paulo Câmara. Ela classifica as ações do governo como arbitrárias e ditatoriais.

“Famílias foram levadas à delegacia como criminosos porque estavam com camisa verde e amarela dentro dos seus carros. Eu estou indignada!”, protestou. As polícias civil e militar, justificaram através de nota, que a ação foi necessária “para evitar aglomeração das pessoas”.

No entanto, em um vídeo divulgado ontem, Clarissa contou que as autoridades policiais da delegacia de Boa Viagem alegaram uma recomendação do Ministério Público de Pernambuco como justificativa para a repressão ocorrida. “Vai prender os cidadãos por causa de uma recomendação?”, questiona. “Recomendação não é lei e nem decreto”, afirma a deputada.